Este website utiliza cookies para nos ajudar a prestar-lhe um melhor serviço aquando da sua visita ao nosso site. Ao continuar a utilizar este website, está a permitir a nossa utilização destes cookies. Proceed

Traditional

Não se me dá que vindimem

Não se me dá que vindimem é uma canção tradicional portuguesa, da Beira Baixa.

Canção de trabalho ligado à vindima na qual a temática do amor está presente.

TEXTO E RITMO

 

  • Com a versão áudio Melodia e acompanhamento identificar a divisão binária, através de movimentos corporais. Sugere-se que remetam esses movimentos para a apanha da uva.
  • Execução em pergunta-resposta: o professor sugere o ritmo verbalmente e os alunos respondem, repetindo.

        Ex:  

 

 
  • Fazer o acompanhamento rítmico da canção em ostinato, batendo em palmas o ritmo anteriormente trabalhado, baseado na célula que predomina na canção:

               

        Célula

  

 

        Ritmo

 

 
  • Leitura rítmica do texto, em execução pergunta-resposta, verso a verso, com preocupações de rigor rítmico e de dicção.

 

MELODIA E FORMA

 

  • Identificação de frases melódicas sem texto: o professor entoa o primeiro verso da canção (1."Não se me dá que vindimem") e pede às crianças que o oiçam mentalmente (sem reproduzir). O mesmo processo com a segundo verso (2."vinhas que eu já vindimei") para o terceiro e quarto versos. Quando entoa representa as frases indicando com os dedos os versos 1, 2, 3 e 4.
  • Repetir o processo reproduzindo a canção, frase por frase, seguindo o professor que indica os versos com os dedos.
  • Cantar a canção inteira.  

 

SABER MAIS

 

Outros arranjos da canção – ouvir outras interpretações da música e identificar semelhanças ou diferenças a nível de instrumentos, vozes, género musical, tempo e forma, entre outras.

(Sugestões: Coro Sinfónico Lisboa Cantat/F.Lopes-GraçaContrabando e Filipa Pais.)           

 

  • Pesquisar outras canções que explorem a temática da vindima.
  • Explorar com as crianças o conceito de canção de trabalho, partindo do princípio que é tipicamente uma canção rítmica a capella cantada por pessoas enquanto trabalham numa tarefa física muitas vezes repetitiva. (Recurso online sugerido para apoiar esta proposta).
Song pdf
Download
Score
Lyrics

Não se me dá que vindimem

 

Não se me dá que vindimem,

vinhas que eu já vindimei.

Não se me dá que outros logrem,

ai, amores que eu rejeitei.

 

Fui um ano à vindima,

Pagaram-me a trinta réis.

Dei um vintém ao barqueiro,

ai, fui pra casa com dez réis.

 

Pela folha da videira,

conheço eu a latada.

Faço-me desatendida,

ai, a mim não me escapa nada.

 

Estou debaixo da latada,

nem à sombra, nem ao sol.

Estou ao pé do meu amor,

ai, não há regalo maior.

 
TAGS
vindima uvas amor
A Minha Lista