Este website utiliza cookies para nos ajudar a prestar-lhe um melhor serviço aquando da sua visita ao nosso site. Ao continuar a utilizar este website, está a permitir a nossa utilização destes cookies. Proceed

Traditionals

Era uma vez um cavalo

"Era uma vez um cavalo" é uma canção tradicional portuguesa sem origem conhecida. Mantendo a estrutura melódica, o seu texto, como é comum na música de tradição oral, foi sendo recriado em diferentes versões. 

Select version Video | Audio:
Voz e acomp.
Acompanhamento
Melodia e acomp.
Pauta
Análise musical da canção

 

Características melódicas

 

A melodia está na tonalidade de Lá M e tem um âmbito de 7ª menor [Si 2 – Lá 3].

É constituída por intervalos melódicos de 2ª (m e M), 3ª (m e M), 4ª P.

 

Características rítmicas

 

A melodia está escrita no compasso 2/4, binário de tempos de divisão binária com acentuação "swing".

O ritmo é silábico e exclusivamente escrito em semínimas e colcheias.

O andamento é Allegro, semínima=120. 

 

Forma

 

Forma binária (AB).

A melodia divide-se em duas partes que se repetem (AB), sendo a parte A constituída por (aa’) e a parte B por (bb)

 

Arranjo/Instrumentação

 

O arranjo segue o plano formal seguinte:

Introd. |AA'BB |Interlúdio |AA'BB |Coda.

A instrumentação inclui bateria (ritmo shuffle), pandeireta, baixo elétrico, guitarra elétrica, banjo e piano.

 

Song pdf
Download
Score
Lyrics

Era uma vez um cavalo

 

Era uma vez um cavalo

que vivia num lindo carrocel.

Era tão lindo e tão belo,

cavalinho, cavalinho de papel.

 

A correr (chá lá lá)

A saltar (chá lá lá)

Cavalinho não saía do lugar (chá lá lá)

TAGS
Cavalo, Animais, Carrocel
A Minha Lista